14 janeiro 2015

Resenha | Um gato de rua chamado Bob - James Bowen

Olá amores, como estão hoje?

A resenha de hoje é sobre um homem e seu gato e como o amor incondicional vence todas as coisas.


O livro Um gato de rua chamado Bob teve sua primeira publicação em 2013, escrito por James Bowen, também autor de outros livros na sequência como O mundo pelos Olhos de BobBob, Um gato fora do normal. A autobiografia é resultado de uma entrevista cedida por James a Garry Jenkins.



× Ficha Técnica

× Título: Um gato de rua chamado Bob
× Título Original: A street cat named Bob
× Editora: Novo Conceito
× Páginas: 240
× Edição: 2013
× Autor: James Bowen




Sinopse

Quando James Bowen encontrou um gato ferido, enrolado no corredor de seu alojamento, ele não tinha ideia do quanto sua vida estava prestes a mudar. Bowen vivia nas ruas de Londres, lutando contra a dependência química de heroína, e a última coisa de que ele precisava era de um animal de estimação. No entanto, ele ajudou aquele inteligente gato de rua, a quem batizou de Bob (porque tinha acabado de assistir a Twin Peaks).Depois de cuidar do gatinho e trazer-lhe a saúde de volta, James Bowen mandou-o embora imaginando que nunca mais o veria. Mas Bob tinha outras ideias. Logo os dois tornaram-se inseparáveis, e suas aventuras divertidas — e, algumas vezes, perigosas — iriam transformar suas vidas e curar, lentamente, as cicatrizes que cada um dos dois trazia de seus passados conturbados.Um Gato de Rua Chamado Bob é uma história comovente e edificante que toca o coração de quem a lê.

Resenha

Ele não tinha tempo para animais de estimação até que Bob mudou sua vida. 
A obra conta a história de vida de James e como um gato de rua mudou sua trajetória.

•••

Já adianto que me emocionei muito com a história, (1) porque eu tenho duas filhas felinas que amo muito e (2) o amor dos animais é algo inexplicavelmente encantador.

A história é narrada em primeira pessoa pelo próprio James, que conta fatos turbulentos de sua juventude que os levaram a se tornar refém da heroína até que, numa tarde nublada, ao voltar para seu alojamento, ele encontra uma pequena bola de pelos laranja enrolado em um carpete velho. James que sempre gostou de animais decide, com relutância, ajuda o pobre gatinho que parecia machucado com o combinado de que assim que ele melhorasse iria embora.

Mas após uma semana de cuidados um laço de amizade nasceu entre eles e se estreitou de tal maneira que ambos não queriam se separar. James sabia que seria difícil sustentar mais uma boca quando seu trabalho como musico de rua mal sustentava ele mesmo, mas sabia que não podia abandonar seu mais novo amigo, então, o batizou de Bob e o acolheu em seu apartamento.



Juntos, James e Bob passam por muitas situações e superações no dia-a-dia e é isso que torna a leitura mágica, pois as palavras de James alcançam uma sensibilidade e um carinho tão grande por Bob que é simplesmente lindo de se ler, pois é nítido o amor que eles sentem e o Bob é uma fofura só.

E são nessa páginas que se prova que o amor incondicional supera tudo até o fim. Eu, como mãe gateira, faria exatamente igual ao James, tudo pelo bem estar de nossos filhos felpudos.


Creio que quem ler irá se apaixonar tanto quando eu pela história desses dois grandes amigos, rir e se emocionar. Recomendo infinitamente a leitura, principalmente para amantes dos animais!



NOTA:
         


6 comentários:

  1. nhooooww Bob <3
    Também adoro gatos e tem uma resenha lá no blog sobre esse livro!
    É exatamente isso aí que você falou "rir e se emocionar".

    http://www.sushibaiano.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. own, vou procurar a sua pra ler <3 poxa, não tem como NÃO SE APAIXONAR PELO BOB ♥ huahua, ele é uma graça e a história é linda demais!

      Obrigada pela visita <333

      Excluir
  2. Oi Juliane,
    Tbm li Um Gato de Rua Chamado Bob e adorei. Que história de superação incrível. Já tenho as continuações, mas ainda n tive tempo para ler...
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alexandre! Obrigada pela visita. Pois é, é realmente uma superação incrível de se acompanhar. Eu ainda não tenho as continuações, mas em breve terei!

      Beijos! <3

      Excluir
  3. Juliane, eu SEMPRE via esse livro e nunca nem olhava a sinopse por puro preconceito. Sério. Comecei a ler a resenha e li sobre vício em heroína, o gato abandonado, e nossa, pareceu outra livro, só que com essa capa que não me conquistou haha
    Vou dar uma chance na próxima vez que encontrar, você me convenceu.
    Aliás, o blog é lindo, parabéns ;)
    Abraços,
    armadaescrita.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Armada Escrita, como vai? Fico feliz que eu tenha "lhe vendido" o livro pela resenha hahahaha. Pois é, olhando apenas a capa pode parecer uma história sem graça, mas é um exemplo lindo de superação e amor. Obrigada pela visita e que bom que gostou do blog <3

      Excluir

Seu comentário contribui para o crescimento do blog!
Deixei sua marca aqui <3